A vencer desde 1893

segunda-feira, 19 de março de 2012

A Gestão Inteligente



      É já amanha que o Porto volta a um local onde tem sido feliz nos últimos tempos, desta vez para o encontro das meias-finais da Taça da Liga.

      Esta competição, já se sabe, não é uma prioridade para o nosso clube. Porém quando o adversário se chama Benfica então a ideia é sempre ganhar, nem que o jogo fosse a feijões. Pinto da Costa já disse que é provável que o Porto não apresente o seu melhor onze e que é normal que Vitor Pereira faça uma rotação com jogadores menos utilizados, uma vez que a prioridade é o campeonato e no próximo fim-de-semana há um importante jogo em Paços de Ferreira. Hoje, Vitor Pereira também voltou a frisar a ideia que quer vencer na Luz mas que o fundamental é mesmo conquistar o campeonato e falou numa gestão inteligente :"É um jogo importante e que queremos ganhar. Vamos fazer uma gestão inteligente, mas a equipa que jogar estará preparada para disputar o jogo e ganhar", afiançou o treinador.

      E disse mais. "A Taça da Liga não é nem podia ser a nossa primeira prioridade. Faltam sete jogos para terminar o campeonato e, se os vencermos, seremos de certeza campeões nacionais. É esse o grande objetivo que queremos alcançar", reforça, argumentando que a Taça da Liga "não salva a época nem dá o sentimento de uma época positiva". E aqui, estamos todos de acordo. É obvio que o Porto não fica satisfeito com uma Taça da Liga. Mas se conseguirmos conqusitá-la vencendo mais uma vez na Luz, então melhor será.

      E este seria, a meu ver, o melhor onze para o jogo de amanhã fazendo uma "gestão inteligente":


      Bracalli deve continuar como guarda-redes nesta competição não só por uma questão de coerência mas também porque o habitual suplente de Hélton oferece todas as garantias. Na defesa a única "surpresa" seria a titularidade de Alex Sandro e penso que era um prémio justo para o jovem internacional brasileiro, ainda para mais quando Álvaro Pereira fez um péssimo jogo na Madeira e Alex Sandro marcou um golo. Era sobretudo merecida esta titularidade. Vamos ver se Vitor Pereira tem a mesma opinião que eu. O meio-campo é o que há, a única solução seria pôr Mangala a jogar a trinco, mas como essa solução nunca foi testada penso que este será o meio-campo normal. Apenas referir que Fernando vai fazer muita falta ao Porto neste jogo e é a principal "baixa" neste onze. No ataque penso que Kléber merecia nova oportunidade para mostrar o seu valor ( ele que já marcou ao Benfica esta época no Dragão ). E eu que até nem sou um particular fã de Janko gostava de ver o brasileiro a jogar de inicio com Hulk e James nas alas.

      ps. O ex-Benfica Manduca aconselhou os jogadores encarnados a atacar o Hulk por trás:



      Mas isto é algo que já foi pensado antes pelo Porto e particularmente pelo Janko. Portanto esta ideia já não é nova e já foi até testada (e com algum sucesso, diga-se) pelo Janko com o Maxi no último jogo:


2 comentários:

  1. Bom dia,

    Para esta meia final da taça da liga, espera-se um Porto sério e com vontade de vencer.
    Por muito pouco que este troféu represente, uma equipa como o FC Porto entra sempre em qualquer competição para a vencer.

    Espero portanto uma vitória que nos permita alcançar a final.

    São esperados muitos adeptos do FC Porto no apoio à equipa, e que merecem o empenho dos atletas.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    ResponderEliminar

Opine!