A vencer desde 1893

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

A gestão na Taça


      Vitor Pereira disse na habitual conferência de imprensa de antevisão do jogo de amanhã da Taça de Portugal que acredita totalmente no plantel e que vai fazer a gestão que ele achar necessária. Ora, sendo este um jogo decisivo, importa perceber que tipo de gestão é que deve ser feita.
 
      Começando na baliza a titularidade de Fabiano é natural e merecida. Sem oportunidades no campeonato e na Champions onde Hélton é dono e senhor da baliza (e muito bem diga-se) pois o brasileiro está a fazer uma excelente época e as suas exibições estão ao nível do melhor Hélton de sempre no FC Porto. Mas Fabiano tem cumprido na Taça e com toda a naturalidade vai ocupar a baliza no jogo de amanhã. Na defesa, Abdoulaye e Quiño parecem ainda não estar à altura de um jogo desta importância, pelo que só Miguel Lopes pode ganhar o lugar a Danilo. De resto, e com Rolando fora das contas para o onze titular, Otamendi, Mangala e Alex Sandro devem juntar-se ao internacional português no onze inicial.
 
      No meio-campo Defour vai voltar ao onze,mas resta saber se no lugar de Fernando, Moutinho ou até mesmo de Lucho. Castro também é opção e finalmente vamos ficar a perceber se Vitor Pereira confia realmente no camisola 6 do FC Porto e lhe dá um lugar no onze inicial. Portanto, e como se percebe, o meio-campo que vai atuar de inicio amanhã, é nesta altura um completo mistério que só será desvendado amanhã, pouco antes das 20.15h
 
      No ataque, Varela deve voltar ao banco de suplentes e Atsu ao onze inicial. As boas exibições do ganês e o facto de ser aposta na Taça devem valer-lhe também um lugar na esquerda do ataque azul e branco. James é indiscutível e  penso que Kléber vai ser a grande "surpresa" do onze inicial, apesar de Jackson já se encontrar completamente recuperado de uma pequena lesão que contraiu no jogo deste fim-de-semana.
 
      Mas jogue quem jogar, o resultado tem que ser sempre uma vitória. E este Braga, depois de ser eliminado das provas europeias, vê na Taça uma espécie de "tábua de salvação" para conquistar um troféu esta época, pelo que se espera um jogo ainda mais dificil do que o anterior para o campeonato. Estou a ver o Braga a dar tudo em campo para vingar a derrota de domingo e para seguir para os "quartos" da Taça. É preciso então mostrar que o Porto quer ainda mais e que tem mais argumentos para vencer. Força Porto !

1 comentário:

  1. Boa tarde,

    VP lançou o mote na antevisão do jogo "Queremos a Taça de Portugal, queremos mais um título, não é um objectivo menor".

    Ambição na falta portanto, mas hoje temos um pedra enorme no trilho, que temos de mover para continuar o percurso rumo à final da Taça de Portugal.

    Depois de termos obtido uma vitória sofrida para o campeonato, onde o talento de El Bandido definiu a sorte que nos levou à conquista de três pontos na Batalha da Pedreira, hoje adivinham-se novamente dificuldades.

    Como ficou patenteado no desafio da Liga, o Braga é uma equipa muito bem orientada, e conta nas suas fileiras com excelentes executantes.

    O SC Braga nos últimos 4 anos tem-se assumido nitidamente como a terceira melhor equipa portuguesa. É um clube em crescimento, que busca os títulos para afirmação definitiva.

    Depois de na última época termos sido eliminados pela Académica de forma categórica, nesta edição da prova queremos voltar a conquistar o troféu que foi nosso três anos consecutivos.

    Todos nós portistas acreditamos nesta equipa, e qualquer que seja o onze de mais logo, terá o nosso apoio, e juntos iremos vencer e passar aos quartos-de-final.

    Abraço

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Opine!